Concurso - Esclarecimentos
Hoje, 28 de novembro, foi publicado no Diário Oficial da União edital, construído com o objetivo de atender as demandas da nossa instituição, do concurso para o provimento de 500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal.

Com essa publicação, é oportuno a apresentação de esclarecimentos sobre detalhes de atualização e inovações da norma geral do certame, que foi construído observando-se toda legislação e diversos normativos específicos e obrigatórios:

Realização do estudo científico do cargo
A Universidade de Brasília - UnB foi contratada, através do Laboratório de Pesquisa e Medida – LabPAM, para realizar a adequação do Perfil Profissiográfico a ser cobrado no concurso à realidade atual da Polícia Rodoviária Federal.

Adequação às normas federais que tratam sobre cotas
O edital do concurso PRF está adequado às normas que tratam das cotas para candidatos negros e pessoas com deficiência - PCD. É importante salientar que em relação ao estabelecimento de cota para PCD, foi levado em consideração o mais recente entendimento do Superior Tribunal Federal - STF, bem como o decreto regulamentador e suas alterações.

Atualização de normas internas
As Instruções Normativas, normas internas que tratam da avaliação psicológica, exames médicos, testes físicos e investigação social, foram elaboradas por equipes multidisciplinares formadas por servidores da PRF especialistas em diversas áreas: tais quais, médicos, educadores físicos, bacharéis em direito etc.

Regionalização
A decisão de realização de exame regionalizado se deu após análise e entendimento de resposta da Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça, emitida após consulta da PRF sobre o assunto. O objetivo da decisão é uma maior fixação de novos servidores nas localidades escolhidas, baseado em estudos estatísticos de fixação, considerando os grandes concursos realizados nas modalidades regional e nacional. 

Definição de conteúdo
Estudo comparativo entre os últimos concursos da PRF serviu para definição dos conteúdos a serem cobrados no novo certame, levando à uma adequação do conteúdo ao perfil atualizado do cargo e inclusão de novos conhecimentos exigidos, tais quais geopolítica e história da PRF.

Valorização do conteúdo de legislação de trânsito
O conteúdo de legislação de trânsito comporá razão de um terço das questões da prova objetiva, considerando a função precípua da Instituição e visando atender lacunas existente em outros concursos. Nesse sentido, haverá também a cobrança de resoluções utilizadas rotineiramente nas ações de fiscalização realizadas pela PRF

Realização de exames psicológicos e toxicológicos complementares
Incluímos no contrato com a banca examinadora do concurso a obrigacão de realização de avaliação psicológica e testes toxicológicos complementares, aplicados na segunda etapa do concurso - Curso de Formação Profissiona, em caso de detecção de necessidade.

Prazo de validade do concurso
O prazo mínimo de validade do concurso de trinta dias foi estabelecido para possibilitar a agilidade necessária para a gestão da Direção-Geral conseguir autorização para um novo certame com maior número de vagas.

Atualização do Curso de Formação Profissional – CFP
Atualmente o CFP está sendo atualizado e adequado pela Academia Nacional da PRF buscando harmonizar a parte prática da formação do PRF ao estudo científico do cargo.

Escolha da banca examinadora
Houve estabelecimento de critérios técnicos com o objetivo de selecionar a melhor banca examinadora, levando em consideração o tipo de prova, segurança e sigilo na confecção de destas, expertise na realização de concurso na área de segurança pública, sendo realizado um chamamento público de diversas instituições e universidades públicas.

Polícia Rodoviária Federal
Direção-Geral
Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas
Assessoria de Comunicação Social
SPO S/N,Lote 5 Complexo Sede da Polícia Rodoviária Federal
Brasília/DF CEP.: 70610-909
Tel: (61) 2025-6733 / VOIP: (61) 5061-9110
imprensa@prf.gov.br