Carnaval 2020: Redução de 29% dos acidentes nas rodovias federais marcou o feriado no Ceará

Autuações por dirigir sob influência de álcool, ultrapassagens indevidas e falta do uso de equipamentos de segurança aumentaram neste ano

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou uma redução no número de acidentes, feridos e mortos nas rodovias federais do Ceará durante os festejos de Carnaval (entre 21 e 26). Apesar da redução no número de acidentes, a PRF autuou 162% mais condutores por dirigirem sob influência de álcool do que durante o feriado prolongado de 2019. Outras condutas perigosas foram combatidas mais intensamente pela instituição, como ultrapassagens indevidas e uso de equipamentos obrigatórios de segurança.

Redução de acidentes

Diversos fatores afetam as variações no número de acidentes rodoviários em determinados períodos. Em 2020, a PRF reforçou o efetivo que estava nas estradas e intensificou a fiscalização de diversas condutas e este foi um dos fatores que influenciou na diminuição de estatísticas negativas neste ano. Em comparação com 2019, foi verificada uma redução de cerca 29% no número de acidentes, que desceu de 42 para 30 durante os seis dias da Operação Carnaval.

Houve também uma diminuição de 20% na quantidade de pessoas feridas, de 52, em 2019, para 42, neste ano. Foi registrada uma morte em um acidente do tipo colisão traseira que ocorreu no quilômetro 38 da BR-222, em Caucaia (CE), envolvendo um veículo Fiat Palio e uma bicicleta. O ciclista morreu no local. Apesar do acidente fatal, o número ainda é inferior ao registrado durante o Carnaval do ano passado, quando duas pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais.

Além da fiscalização intensa, o órgão realizou também comandos educativos onde os usuários da rodovia foram informados sobre como ter uma viagem mais segura e os cuidados a adotar no trânsito. Cerca de 1.450 pessoas foram sensibilizadas em ações de educação para o trânsito realizadas por equipes da PRF.

Condutores sob efeito de álcool

Os resultados positivos na redução de acidentes vêm acompanhados também de um aumento no combate às condutas perigosas que causam tragédias nas rodovias. No Carnaval de 2020, a PRF fiscalizou 18.491 veículos, 104% a mais que os 9.056 veículos fiscalizados na festa carnavalesca de 2019. O número de testes de alcoolemia foi 71% maior que no ano passado, este ano foram realizados 5.191 testes durante o período do feriado.

Condutor realizando teste em etilômetro passivo

A fiscalização mais intensa refletiu em um aumento de 162% no número de autuações por dirigir sob influência de álcool: neste ano, 92 motoristas e motociclistas foram autuados por alcoolemia em comparação com os 35 de 2019.

Além das autuações pela infração de trânsito, outros condutores foram detidos pelo crime de embriaguez ao volante, que se configura quando o teste do “bafômetro” tem resultado igual ou superior a 0,34 mg por litro de ar expelido dos pulmões. Neste caso, o aumento foi de 360%: 14 condutores foram detidos por embriaguez ao volante em comparação com os três detidos em 2019. Os condutores flagrados cometendo este crime podem ser condenados a detenção de seis meses a três anos de acordo com o Art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro.

Aumento nas autuações

Dirigir embriagado não é a única atitude perigosa praticada por motoristas registrada pela PRF: o registro de infrações de trânsito teve um aumento de 53%, sendo registradas 4.844 autuações nas rodovias federais do Ceará durante o Carnaval.

PRF abordando motociclista

Dentre as diversas infrações, as que mais preocupam pela sua capacidade de por vidas em risco são as de ultrapassagem indevida (539 registros, aumento de 8%), falta do uso do capacete por motociclistas (173 multas, 35% a mais que em 2019) e falta o uso do cinto de segurança por motoristas e passageiros (172 autuações, aumento de 102%).

Alerta

Os dados do balanço da Operação Carnaval 2020 no Ceará mostram que todos os participantes do trânsito precisam estar mais conscientes de seus papéis como agentes da segurança viária. Enquanto a PRF tem procurado reforçar sua presença nas estradas para educar os usuários das rodovias e prevenir acidentes, condutores e passageiros devem saber que o respeito à legislação de trânsito, atenção à condução e planejamento são fundamentais para realizar uma viagem segura. Os pedestres e ciclistas também precisam estar cientes de que há locais adequados destinados para seu uso, onde encontrarão maior segurança para chegarem seguros de seus trajetos.