Cães farejadores encontram mais de 100 quilos de cocaína em caminhão com toneladas de sucata

Mais de 100 quilos de cocaína foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). A droga estava escondida em uma carga de toneladas de sucata. O entorpecente seria distribuído no Complexo da Maré. O caso aconteceu em Seropédica, Região Metropolitana do Rio, na madrugada de sábado (3).

Policiais rodoviários federais faziam uma blitz na antiga rodovia Rio-São Paulo (BR-465), quando desconfiaram do motorista de um caminhão e resolveram abordá-lo. O suspeito, de 42 anos, entrou em contradição sobre o motivo da viagem. Ele transportava cerca de 28 toneladas de sucata.

Diante do nervosismo do motorista, uma equipe do Grupo de Operações com Cães (GOC) da PRF foi acionada. Os cães farejadores K9 Apolo e K9 Meg deram sinal de que havia algo de errado na carga transportada. Então, os policiais iniciaram uma revista mais detalhada e localizaram um fundo falso.

Foram encontrados diversos tabletes de cocaína. O motorista, de Arujá, Região Metropolitana de São Paulo, disse ter pego o caminhão em Volta Redonda, Sul Fluminense. Ele contou que receberia R$ 2 mil para levar a carga até Ramos, na Zona Norte do Rio. A droga seria distribuída em comunidades do Complexo da Maré. No total, havia cerca de 110 quilos de cocaína.

A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal, no Centro do Rio. O suspeito foi indiciado por tráfico de entorpecentes. A pena para o crime é de 5 a 15 anos de reclusão.