Crime Ambiental: Em apenas três dias PRF apreende cerca 90 m³ de madeira ilegal na BR 174

Foram detectadas fraudes nos documentos de origem florestais como: espécies de madeira diferente da constatada pela equipe, quantidade divergente da apresentada no DOF, indícios de fraude no plano de manejo entre outros.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a apreensão de 89,17 m³ de madeira transportada de maneira ilegal na BR 174.

As primeiras apreensões ocorreram na manhã da última sexta-feira (4) no KM 884 da BR 174. Os policiais rodoviários federais realizavam fiscalização de rotina quando deram ordem de parada a duas combinações de veículos que chegavam na cidade de Manaus.

Os policiais após fiscalização minuciosa nos documentos florestais constaram diversos indícios de fraudes como locais de carregamento divergente do especificado no documento, quantidade diferente da medição já considerando a tolerância da legislação ambiental, empresa com indícios de fraude no manejo entre outras situações constatadas pela perícia da Polícia Federal.

A madeira seria transportada para o estado do Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Apreensão na madrugada de domingo

A última apreensão ocorreu na madrugada deste domingo (6) por volta das 2h da manhã quando policiais rodoviários federais realizavam patrulhamento e abordaram uma combinação que estava chegando à cidade de Manaus.

Os policiais solicitaram os documentos da carga e após fiscalização minuciosa no DOF e análise macroscópica identificaram diversas peças de madeira com espécie divergente no documento o que caracteriza o crime ambiental.

Diante da constatação do crime ambiental o condutor foi encaminhado à Polícia Federal.

Enquadramentos:

  • Falsidade Ideológica
  • Transportar, adquirir, vender, madeira, lenha, carvão sem licença válida.

Ressalta que em todas as ocorrências as empresas responsáveis pelo transporte, venda e compra da madeira são responsabilizadas.