Cristinápolis: PRF detém caminhoneiro com “rebite” na BR 101

Policiais Rodoviários Federais detiveram na manhã de sábado, 06, um caminhoneiro dirigindo sob efeito de “rebite”. A ação ocorreu no km 200 da BR 101, no município de Cristinápolis/SE.

Os agentes federais realizavam trabalho de fiscalização quando abordaram um caminhão M.Benz/Atego 2428, com placas de Sergipe, e ao realizarem inspeção detalhada na cabine, encontraram uma cartela com quatorze comprimidos de anfetamina, popularmente conhecida como “rebite”, utilizada muitas vezes como estimulante do sistema nervoso central. O caminhoneiro, de 48 anos, disse aos policiais que comprou uma cartela do medicamento de uso proibido no Brasil, em um posto de combustíveis, e que havia ingerido um dos comprimidos horas antes da abordagem.

A carreta ficou retida no pátio da PRF e o condutor assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), onde se compromete a comparecer em Juízo quando intimado para responder pelo ocorrido.

Rebite: Com objetivo de dirigir várias horas seguidas, sem descanso, para cumprir prazos predeterminados ou até faturar um extra no final de cada viagem, alguns motoristas de caminhão optam em utilizar o rebite. A substância, chamada de anfetamina, é um estimulante do sistema nervoso central e faz com que o cérebro trabalhe mais depressa e cause nas pessoas a impressão de diminuição da fadiga – já que consegue executar uma atividade qualquer por mais tempo- de menos sono, perda de apetite e de aumento da capacidade física e mental.