Final de semana marcado por flagrantes de ultrapassagem proibida nas rodovias federais da Bahia

Aliado aos esforços e ações de combate a pandemia do novo coronavírus, a PRF continua realizando o policiamento nas estradas e reforçando junto a população a campanha:“Se puder, fiquem casa, mas se tiver que sair respeite as leis de trânsito”.

A PRF alerta aos motoristas que obedecer às normas de trânsito, contribui para um trânsito mais seguro. A redução da violência nas rodovias federais depende da participação de todos.

Policiais rodoviários federais realizaram mais uma etapa da Operação Hybris voltada a coibir condutores agindo com imprudência e desrespeito às Leis de Trânsito. De sexta-feira (24) até domingo (26) foram flagrados 562 motoristas ultrapassando em local proibido. As atividades de fiscalização aconteceram em várias regiões do estado.

Conforme levantamento da instituição só nos primeiros três meses deste ano foram flagradas 10.688 ultrapassagem proibidas. Nunca é demais enfatizar que a colisão frontal, quase sempre causada pelas ultrapassagens indevidas, é o tipo de acidente que mais fere gravemente e mata pessoas em rodovias do país inteiro, além de ocasionar perdas irreversíveis.

A infração de ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e rende 7 pontos na carteira. Em caso de reincidência em 12 meses, a multa é dobrada.

A PRF alerta que mesmo em tempos de pandemia do novo coronavírus manterá fiscalização rigorosa nas estradas, com o objetivo de combater as possíveis irregularidades no trânsito como ultrapassagens proibidas e a embriaguez ao volante, infrações tidas como causadoras de acidentes graves e muitas vezes fatais. Um leito utilizado pela vítima de um acidente de trânsito que poderia ter sido evitado é um leito a menos para o tratamento das vítimas da Covid-19.

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.