Mais de 154m³ de madeira ilegal foram apreendidos pela PRF nesses últimos dias

As apreensões de madeira ilegal pela Polícia Rodoviária Federal continuam em uma crescente. Só nos últimos  dias, sete flagrantes deste tipo de crime ambiental foram registrados, totalizando 154,97m³ de madeira ilegal apreendidas.  As ocorrências aconteceram na BR-230 em Altamira/PA e na BR-155 em Marabá/PA.

O primeiro flagrante, desta série de ocorrências, ocorreu na última sexta-feira (01) por volta das 20h45 , no km 630 da BR-230, quando os policiais abordaram o veículo Vw/24.250 Cnc 6×2 prata, que transportava madeira da espécie Maçaranduba. Após entregar os documentos pessoais e do veículo, o condutor entregou as notas relativas à madeira, que discriminava o volume total de 22,00m³. Ao ser realizada a cubagem do volume real transportado, aplicando o desconto legalmente previsto, foi mensurado o total de 24,5m³.

A segunda ocorrência aconteceu no Sábado (02), por volta das 02h20, no km 630 da BR-230, quando os agentes abordaram o veículo Ford/Cargo 1418 de cor branca.Neste caso, as notas fiscais apresentadas pelo condutor  discriminavam um volume total de 14,00m³ de madeira, valor diferente do mensurado pelos policiais, que, após cubagem, chegaram a um volume total de 26,3m³.

No domingo (03), mais três flagrantes foram realizados no km 630 da BR-230, mas em horários distintos. Por volta das 00h30 o  flagrante ocorreu quando os agentes abordaram o veículo Iveco Tector 240 E25S branco, que transportava 20 m³ madeira. Ao analisarem os documentos obrigatórios apresentados, os policiais constataram que a guia florestal era falsa.

Mais tarde por volta das 22h27 , a equipe abordou o veículo Ford/Cargo 2428 de cor vermelha. Mais uma vez os  policiais realizaram a cubagem da carga e constataram um volume total de 19,69m³, valor incompatível com o declarado nas guias florestais.

Por volta de uma hora depois, mais precisamente às 23h34 a mesma equipe abordou o veículo Ford/Cargo 2429  de  cor prata. A abordagem resultou em mais um caso de incompatibilidade entre o valor informado na guia florestal e o volume mensurado pelos policiais. A guia informava 20 m³ e a cubagem realizada resultou em 22,48m³.

As duas últimas ocorrências desta série,ocorreram na  segunda feira (4) em Marabá, no km 323 da BR-155. Por volta das 06h00 os agentes abordaram o veículo Iveco Tector 240 E25S branco, que transportava 21,00 m³ madeira do tipo Acapú sem nenhuma documentação. Pouco menos de dez minutos depois, os agentes abordaram o veículo Scania/G 420 A4x2 vermelho, que também  transportava 21,00 m³ de madeira do tipo Acapú sem documentação.

Diante dos flagrantes de crime ambiental evidenciados acima, seis condutores dos caminhões foram detidos e liberados após a assinatura de Termo Circunstanciado de Ocorrência e um foi em caminhado para Policia civil devido o agravante do uso de documento falso.Os caminhões com as respectivas cargas de madeira foram apreendidos e disponibilizados ao órgão ambiental competente.

A PRF vem combatendo com bastante rigor o crime ambiental no Pará. Só em 2019 já foram apreendidos mais de 376m³ de madeira ilegal em todo o estado. A  ação repressiva visa coibir a extração de madeira de forma ilícita e, assim, contribuir com a preservação da biodiversidade da nossa floresta amazônica.