Motorista com certificado profissional falso é preso na BR 116 em Santa Cecília

Policiais rodoviários federais prenderam na tarde de quinta (14), na BR 116 em Santa Cecília, um motorista que apresentou um falso certificado para condução de produtos perigosos.
Os agentes realizavam fiscalização de rotina um caminhão Ford/Cargo transportando líquido oxidante (produto altamente tóxico). Para transportar produtos perigosos como este, obrigatoriamente o motorista tem que ser aprovado um curso específico, feito por escola profissionalizante.
O condutor, de 40 anos, apresentou aos policiais um certificado de curso realizado no SEST/SENAT (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) em Marabá, no Pará. No entanto, ao ser questionado sobre os cuidados com o transporte do líquido oxidante que transportava, o motorista não soube responder a quase nenhuma das perguntas.
Os policiais fizeram contato com o SEST/SENAT e descobriram que o homem nunca havia sido aluno daquela instituição de ensino. Ele então confessou que o documento era falso e que teria pago R$ 400 ao vendedor do certificado.
O motorista recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Santa Cecília, onde vai responder por uso de documento falso.