No combate a exploração sexual de crianças e adolescentes PRF e Conselho Tutelar realizaram Operação em MS

A “Operação Guarida” deu início a uma série de ações do órgão relacionadas ao dia 18 de maio “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Conselho Tutelar realizaram durante a noite da última sexta-feira (15) a Operação Guarida com foco na prevenção e repressão dos crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes (ESCA).

No Mato Grosso do Sul, os policiais rodoviários federais, com o apoio do Conselho Tutelar, atuaram em diversos municípios, percorrendo pontos de vulnerabilidade, aqueles que possuem características que podem aumentar ou reduzir os riscos de ocorrência.

Os agentes fiscalizam principalmente, bares, postos de combustíveis, boates, casas de prostituição e outros estabelecimentos localizados às margens das rodovias federais apontados pelos PRFs no Projeto MAPEAR (trabalho realizado a cada dois anos para trazer dados relativos a pontos vulneráveis à ESCA nas BRs de todo o país) e também pelo serviço de inteligência policial como possíveis locais de cometimento desse tipo de crime.

A Operação Guarida teve também como objetivo a proteção da infância e adolescência, o que foi feito por meio de orientações como, por exemplo, a importância da denúncia que pode ser feita, inclusive de forma anônima, por meio do Disque 100 do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e do número de emergência da PRF – 191.

Na região de Corumbá, Anastácio, Miranda e Aquidauana, as policiais rodoviários federais e conselheiros distribuíram panfletos educativos sobre o tema.

Durante todo o período de Operação, não foram flagrados menores em situação de vulnerabilidade, vítimas do crime de abuso ou exploração sexual.

Equipes fiscalizavam principalmente em bares, postos de combustível e boates às margens da rodovia.