Nota oficial sobre o áudio que menciona o uso de drones pela PRF em São José do Rio Preto

A Superintendência de Polícia Rodoviária Federal responsável pelo policiamento das rodovias federais no estado de São Paulo possui atualmente 10 aparelhos conhecidos como drones em uso e devidamente cadastrados na ANAC.
Os aparelhos da PRF são de categoria 3, ou seja, possuem mais de 250 gramas e menos de 25 quilos. Essa categoria exige cadastramento na ANAC e cada voo depende de solicitação de autorização junto ao Departamento de Controle de Espaço Aéreo.

Drone é um nome popular atribuído às aeronaves pilotadas remotamente e significa zangão em inglês, por causo do barulho de asas de abelha que as hélices produzem. A nomenclatura correta deste tipo de equipamento é RPA – Remotely Piloted Aircraft.

Os equipamentos da PRF são utilizados para fiscalização de trânsito, nos termos da Resolução 471/2013 do CONTRAN, bem como para combate ao crime e monitoramento da fluidez do trânsito. São empregados no Estado de São Paulo de acordo com as necessidades locais do trânsito.