Operação conjunta entre PRF, PM, Polícia Civil e PF detém foragido acusado de alvejar PRFs e matar PM na Paraíba

Na tarde do dia 24 de Outubro, equipe da Polícia Rodoviária Federal recebeu informações sobre o deslocamento de José dos Santos Aquino, vulgo “Zé Trovão”, entre os estados do Rio Grande do Norte e Paraíba. José dos Santos era procurado por participação em latrocínio de policial militar (Sargento PM Francisco de Assis Pereira Marinho), morto a tiros na madrugada do dia 11 de junho, próximo da casa onde mora, no Sítio Ferraz, na Zona Rural do município de Queimadas, no Agreste paraibano.

Abordagem – equipe PRF montou barreira policial na Unidade Operacional PRF de Mamanguape/PB, na BR 101, km 38, com o objetivo de realizar abordagens aos veículos para identificação dos condutores e passageiros que estavam fazendo o mesmo percurso informado quer seria a rota do procurado da justiça.

No final da tarde do mesmo dia, um veículos com placas do Rio Grande do Norte se aproximou da barreira, onde a equipe composta de 03 policiais rodoviários federais deu ordem de parada.

Após iniciar a parada, o motorista tentou reiniciar  o deslocamento com o veículo, contrariando a ordem dos policiais. Um passageiro do veículo disparou contra os policiais e desceu do carro, abrigando-se em região habitada às margens da BR 101, onde tinham várias moradores próximos do local, impossibilitando o revide pelos policiais, que prenderam o motorista que permaneceu no carro.

Os policiais, que tiveram ferimentos no braço, quadril e um deles foi ferido de raspão na cabeça, foram socorridos inicialmente para o Hospital Municipal Geral de Mamanguape/PB e posteriormente transferidos para o Hospital de Emergência e Trauma em João Pessoa/PB e estão fora de perigo.

Ação  – após o ataque desencadeou-se ação conjunta organizada pelas Superintendências da PRF na Paraíba e Rio Grande do Norte e contou com  apoio de helicóptero da PRF de das polícias Militar, Civil e Federal. As equipes realizaram diversos bloqueios nas rodovias federais e estaduais para evitar a fuga do atirador.

Permanecendo escondido nas matas da região durante toda a noite, o foragido tomou de assalto um veículo nas proximidades da rodovia de Jacaraú/PB, veículo tomado de agricultor que estava colhendo a vegetação local para dar aos animais.

Com a localização do veículo conduzido pelo fugitivo, as equipes acompanharam o fugitivo até que ele abandonou o carro e começou a fuga a pé pela mata. 

Com apoio das aeronaves os policiais deram prosseguimento na localização do fugitivo. Assim que  avistou os PRFs, o homem começou a atirar na direção dos policiais e foi atingido por disparos de revide dos policias, vindo à óbito em consequencia dos disparos.

Integração, tecnologia e apoio comunitário – em nota a Superintendência da PRF na Paraíba destaca a importância da integração entre as forças de segurança que atuaram na operação: Superintendências da PRF na Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco, Polícia Militar do Estado da Paraíba, Polícia Civil e Polícia Federal. 

Destacou também a importância do compartilhamento da rede de Rádio Digital entre a PRF e a Secretaria de Estado de Segurança e Defesa Social, favorecendo a agilidade na comunicação entre as equipes e em local remoto, e também o apoio da comunidade local e usuários das rodovias, essenciais na localização do fugitivo.