Operação Flagellum da PRF apreende mais de 7,6 toneladas de drogas

Operação tem foco no combate ao crime em regiões de fronteiras estratégicas para o tráfico de drogas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deu início, no último sábado, 30 de maio, à Operação Flagellum nos estados do Mato Grosso do Sul e do Paraná, reforçando as ações nas rodovias federais de forma estratégica no combate ao crime organizado. Ocupando posições geográficas estratégicas na América do Sul, esses estados fazem fronteira com Paraguai e Bolívia, países reconhecidamente responsáveis pela fabricação e fornecimento de drogas para Brasil e outros países do mundo.

Até o dia 04 de junho, foram tirados de circulação 7.655 quilos de maconha, e mais de 56.900 pacotes de cigarros ilegais foram apreendidos na Operção Flagellum, que no Latim significa “um pequeno chicote”.

As ações de repressão ao crime nas Operações Especializadas de Combate ao Crime (OCC) da PRF empregam recursos de inteligência, tecnologia, expertise policial, uso de cães – K9 e integração com outros órgãos. Em uma das ações, na segunda-feira (1º), em Caarapó (MS), a PRF e a Polícia Federal (PF) apreenderam 5,2 toneladas de maconha e 17 Kg de skunk escondidos em um caminhão tanque. Acompanhe AQUI os detalhes.

Em outra ação, na região de Guaíra (PR), foi necessário o uso do helicóptero da PRF para recuperar a droga escondida por traficantes em um matagal. Confira outras apreensões de drogas durante a Flagellum no Paraná clicando AQUI. 

Ainda na segunda-feira (1º), em Ponta Porã (MS), a PRF conseguiu apreender 951 quilos de maconha e 25,5 quilos de skunk. O batedor da droga, que utilizava documentos falsos,  possuía um mandado de prisão em seu nome e acabou preso. Veja AQUI os detalhes da ação.