Operação Tamoio II: PRF prende homem na BR 343 por Uso de Documento Falso e Adulteração de Elemento de Identificação

O homem de 22 anos apresentou aos policiais documento de uma motocicleta com indícios de falsificação e que foi subtraído do Detran-PI em Junho de 2019. O homem poderá também responder pelo crime de Receptação Culposa.

Policiais Rodoviários Federais prenderam um homem de 22 anos acusado de Uso de Documento Falso e Adulteração de Elemento de Identificação na tarde de ontem(26). A ação foi desencadeada quando os policiais abordaram uma motocicleta HONDA/CG 150 FAN ESDI na BR 343 em Teresina/PI.

Os policiais, ao solicitar a documentação pessoal e do veículo, constataram que o documento apresentado pelo condutor apresentava indícios de falsificação. Os dados estavam inseridos em um documento que havia sido subtraído em Junho de 2019 do Almoxarifado do Detran-PI. Na ocasião, 3.500 documentos em branco foram furtados daquele órgão. Os Policiais detectaram também que os elementos de identificação da motocicleta estavam adulterados, porém não foi possível identificar o veículo original. A motocicleta será encaminhada à POLINTER para que seja submetida ao exame metalográfico para a posterior identificação.

O condutor da motocicleta informou aos policiais que adquiriu o bem pelo valor de R$ 5.000,00 há uma semana de um familiar seu no município de José de Freitas/PI e que não tinha conhecimento da adulteração do bem.

Diante dessa situação, os policiais efetuaram a prisão do homem e o encaminharam juntamente com o documento e a motocicleta para a Polícia Federal na cidade de Teresina/PI para os procedimentos que o caso requer. O condutor poderá responder pelos crimes de Uso de documento falso – Art. 304 da Lei 2.848/1940 (Código Penal), Adulteração de Elemento de Identificação de Veículo e Receptação.