Operação Tamoio já supera os bons resultados da Operação Tupã

Passa de 13,7 toneladas a quantidade de drogas apreendidas nos 3 primeiros dias da operação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagou em todo o Brasil, na quinta-feira (28), a Operação Tamoio. O objetivo é o enfrentamento à criminalidade, tendo as ações reorientadas por meio de informações da inteligência policial, o que traz otimização dos recursos humanos, tecnológicos e o emprego das Unidades de Recursos Especializados da PRF.

Em três dias de operação, a Tamoio supera os bons números que a PRF atingiu há um mês quando deflagrou a Operação Tupã, que também foi realizada com base no enfrentamento qualificado à criminalidade.

Realizada entre os dias 30 de abril e 2 de maio, a Operação Tupã foi marcada pelo registro de mais de 10,7 toneladas de maconha apreendidas, 65,5 quilos de cocaína foram retirados de circulação e 86 veículos recuperados; 514 pessoas foram detidas por diversos crimes. Acompanhe AQUI o balanço da Operação Tupã.

Nos três primeiros dias de operação, a Tamoio obteve números ainda mais expressivos que a Operação Tupã. A PRF apreendeu, entre os dias 28 e 30 de maio, 13,3 toneladas de maconha, quase 25% a mais; foram 352 quilos de cocaína, superando em mais de 500% a quantidade da droga tirada de circulação na operação realizada no mês anterior; As ações também resultaram em 88 veículos recuperados e 591 pessoas detidas por estes e outros crimes.

TAMOIO – O nome Tamoio vem do Tupi Guarani TAMUÍA, que significa o avô, o antepassado. A Confederação dos Tamoios foi uma aliança de tribos indígenas firmada com o objetivo de combater os portugueses e outras tribos que os apoiavam. A referência é em relação à aliança dos grupos especializados da PRF unidos nessa operação.