Presos em MT três suspeitos de aplicar golpes no INSS

Grupo tinha um roteiro de como conseguir benefícios utilizando documentos falsos

Três homens foram presos na madrugada de terça-feira (11) em ação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar (PM), no Mato Grosso. Eles são suspeitos de aplicar golpes no INSS (Instituto Nacional de Seguro Social).

O grupo foi descoberto quando policiais rodoviários federais das equipes Grupo de Operações com Cães (GOC) e Núcleo de Operações Especiais (NOE) realizavam fiscalização de rotina na Unidade Operacional de Poconé. Eles decidiram abordar um ônibus que faz a linha Jauru-Cuiabá e, ao pedir o documento de um passageiro, constataram que era falso.

R.N.S.A., de 27 anos, morador de Várzea Grande, foi retirado do ônibus e preso por uso de documento falso. Ele revelou que desembarcaria na rodoviária de Várzea Grande, onde pessoas o aguardavam. Os PRFs então solicitaram apoio da PM, que prendeu duas pessoas na rodoviária.

Com a dupla havia diversos documentos pessoais falsos e outros com indícios de aplicação de golpes no INSS, entre eles um roteiro de como agir no instituto. Também foram apreendidos extratos de benefícios, laudos de peritos e atestados em que será apurada a veracidade a fim de confirmar se foram emitidos pelo INSS. A suspeita é que o grupo usava os documentos falsos para solicitar benefícios em todo o Estado.

Os três presos e a documentação foram encaminhados para a Polícia Federal de Cuiabá, que seguirá com as investigações.