PRF alerta para risco de acidentes nos perímetros urbanos das BRs 376 e 373

Avenidas Souza Naves e Presidente Kennedy estão entre os trechos de rodovias federais mais críticos para acidentes na região dos Campos Gerais

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alerta que as avenidas Souza Naves (BR-373) e Presidente Kennedy (BR-376) estão entre os trechos de rodovias federais mais críticos da região dos Campos Gerais, cuja malha viária total é de 736 quilômetros.

Entre os meses de janeiro e agosto deste ano, 11 pessoas morreram em acidentes registrados nessas duas avenidas –seis delas na Souza Naves e as outra cinco, na Presidente Kennedy. No mesmo período de 2018, a PRF registrou oito mortes nos dois trechos (dados abaixo).

Ambos os trechos estão situados em perímetro urbano e apresentam um fluxo diário de aproximadamente 30 mil veículos, entre carros, caminhões e motocicletas.

A PRF informa ainda que há procedimentos administrativos em andamento junto a órgãos como Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), Concessionária Rodonorte e Governo do Paraná para que sejam construídos viadutos e passarelas de pedestres, o que reduziria os riscos de acidentes.

No projeto original de concessão, estava prevista a implantação de um contorno rodoviário para Ponta Grossa, o que acabou sendo retirado após um termo aditivo ao contrato.

Na tarde de ontem (2), um ciclista de 57 anos de idade morreu no quilômetro 173 da BR-373. Ele foi atingido por uma caminhão, em uma área de cruzamento. O caminhoneiro, que efetuava uma manobra de conversão, alegou que não percebeu a presença da bicicleta.

 

A seguir, dados de acidentes nos dois trechos das BRs 373 e 376:

 

Souza Naves
(BR-373, entre os quilômetros 171,8 e 183,5)

Janeiro a agosto de 2018:
– 46 acidentes
– 44 feridos
– 3 mortos

Janeiro a agosto de 2019:
– 31 acidentes
– 27 feridos
– 6 mortos

 

Presidente Kennedy
(BR-376, entre os quilômetros 487,8 e 498,0)

Janeiro a agosto de 2018:
– 66 acidentes
– 49 feridos
– 5 mortos

Janeiro a agosto de 2019:
– 29 acidentes
– 22 feridos
– 5 mortos

[*] Dados preliminares, sujeitos a alterações.

 

 

 

 

 

Texto: Fernando Oliveira/Agência PRF, com informações da BDCOM/PRF em Ponta Grossa
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência PRF)