Em maior apreensão de skunk, PRF apreende 2,3 toneladas da droga, além 2,2 toneladas de maconha sob carga de madeira em Navirai (MS)

Só pela carga da maconha, o prejuízo de receita para o tráfico chega a mais de 2,2 milhões de reais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma grande quantidade de maconha e prendeu um homem, na tarde deste sábado (15), em Naviraí (MS). Ao todo, foram apreendidos 2,3 toneladas de skunk e 2,2 toneladas de maconha que estavam sob uma carga de madeira.

A equipe de policiais rodoviários federais realizava ronda no km 124 da BR-163, quando abordou o veículo Scania R124, de placas de Nova Londrina (PR), atrelado a um semirreboque, e conduzido por um homem de 39 anos. Os agentes constataram que o caminhão transportava uma carga de madeira, mas desconfiaram do comportamento do condutor e resolveram retirar parte da carga.

Os policiais descobriram então que embaixo da madeira transportada havia uma grande quantidade de maconha e skunk. Após pesadas, totalizou em 2.290 Kg (dois mil e duzentos e noventa quilos) de maconha e 2.300 Kg (dois mil e trezentos quilos) de skunk.

O homem confessou que pegou o caminhão já carregado com a droga em Caarapó (MS), sem saber a quantidade e o tipo do ilícito, e que deveria levar até Bataguassu (MS). Pelo transporte, receberia 5 mil reais.

O envolvido disse ainda que já foi preso em 2012 por transportar cocaína. Ele foi encaminhado, junto com o veículo e a droga, para a Polícia Civil de Naviraí (MS).