PRF apreende caminhão com cigarros contrabandeados

Mercadoria estava sendo transportada sem documento fiscal

Na madrugada desse domingo (07), por volta de 00h15, no km 525 sul da BR-116, durante uma fiscalização de rotina em frente ao posto da PRF de Barra do Turvo, foi dada ordem de parada a um caminhão VW/23.220, conduzido por um homem de 36 anos.

Questionado sobre a carga que transportava, o motorista informou desconhecer o conteúdo da mercadoria, que pegou o veículo em um posto de combustíveis em Itapecerica da Serra e que o local da entrega seria informado por telefone durante a viagem.

Diante das suspeitas, os policiais solicitaram que fosse aberto o baú do caminhão. Em seu interior haviam cerca de 1.000 caixas, cada uma contendo 50 pacotes de cigarros, totalizando aproximadamente 50.000 pacotes, sem documento fiscal.

Além dos documentos pessoais, o condutor portava um celular e R$ 1.116,00 em dinheiro. Informou ainda que parte dessa quantia já se encontrava no caminhão quando iniciou a viagem, para pagamento de combustível e despesas de pedágio, e que ao final receberia R$ 4.000,00 pelo serviço.

A importação dessa mercadoria sem autorização é ilegal. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), além dos riscos a saúde, também por conta do preço de venda mais baixo do que os cigarros regulamentados, tornando o produto consequentemente mais acessíveis para crianças e adolescentes, altamente vulneráveis à iniciação no consumo precoce de tabaco.

O condutor foi preso em flagrante pelo crime de contrabando, podendo pegar de 2 a 5 anos de prisão. O veículo foi apreendido e a ocorrência apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Barra do Turvo.

Caminhão estava carregado com 1.000 caixas

Imprensa.SP

Setor de Comunicação Social da PRF em São Paulo.