PRF apreende drogas, contrabando, descaminho e agrotóxicos no final de semana

Em quatro ocorrências, agentes apreenderam mais de 600 mil carteiras de cigarros contrabandeados, 300 quilos de agrotóxicos, 17 quilos de cocaína e 38 celulares importados irregularmente

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu, nas regiões metropolitana de Curitiba (PR) e na região oeste do Paraná, durante o último final de semana, mais de R$ 3 milhões em cigarros contrabandeados do Paraguai, além de drogas, celulares e agrotóxicos.

Na sexta (17), por volta das 21 horas, agentes da PRF abordaram um caminhão, que era conduzido por um homem de 39 anos, morador de Umuarama (PR), na BR-277, em Balsa Nova (PR). Durante a vistoria, os policiais encontraram cerca de 150 mil carteiras cigarros contrabandeados do Paraguai. O motorista havia dito que o caminhão estava vazio. Diante dos fatos, ele, o caminhão e os cigarros foram encaminhados para a Polícia Federal em Curitiba, para o registro do crime de contrabando.

No início da madrugada de sábado (18), na BR-467, em Toledo (PR), agentes da PRF visualizaram que um comboio de carros, realizaram manobras bruscas, no momento em que visualizaram a viatura da PRF. Após perseguição, os policiais conseguiram um motorista de um Ford Focus, de 30 anos, morador de Londrina (PR). Durante a vistoria, foram verificados cerca de duas mil carteiras de cigarros, além de 300 quilos de agrotóxicos e um rádio comunicador. O motorista foi preso e conduzido para a Polícia Federal de Cascavel (PR), para o registro do crime de contrabando e telecomunicação clandestina. O carro e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Receita Federal em Cascavel.

Mais tarde, por volta das 3h30, ainda na BR-467, em Toledo, agentes da PRF abordaram um Fiat Uno, ocupado por dois homens, um de 50 anos, morador de Patos de Minas (MG) e outro de 35 anos, morador de João Pinheiro (MG). Diante do nervosismo dos ocupantes, os policiais intensificaram as buscas e encontraram 38 celulares importados irregularmente, escondidos dentro da lataria do carro e no bagageiro. Diante dos fatos, os produtos foram encaminhados para Receita Federal em Cascavel e os dois homens, apresentados na Polícia Federal. Um dos ocupantes foram presos em flagrante pelo fato de ser reincidente no crime de descaminho.

Na tarde de sábado (18), na BR-163 em Guaíra (PR), por volta das 18 horas, agentes da PRF abordaram um ônibus, onde cinco bolivianos (três homens e duas mulheres), moradores de Santa Cruz de La Sierra, transportavam cocaína, que após pesadas, totalizaram 17,5 quilos da droga. A droga iria para Carazinho (RS). Os cinco foram presos em flagrante e conduzidos para a Polícia Federal em Guaíra para o registro do crime de tráfico e associação para o tráfico de drogas.

Na madrugada de domingo (19), agentes da PRF deram ordem de parada a um motorista de caminhão de 47 anos, na BR-163, em Guaíra. O motorista não tinha documentos pessoais nem da carga e apresentava-se muito nervoso. Durante a vistoria, os agentes encontraram cerca de 500 mil carteiras de cigarros contrabandeados, avaliados em cerca de R$ 2,5 milhões. O motorista, que foi preso, disse aos policiais que retirou o caminhão em Eldorado (MS) e o entregaria em São Paulo (SP). Ainda, no veículo, os policiais encontraram diversas placas, uma vez que o caminhão utilizava placas falsas, para despistar a fiscalização. Ele foi conduzido para a Polícia Federal em Guaíra para o registro dos crimes de contrabando e adulteração de sinal identificador de veículo.

Texto: Maciel Jr / Agência PRF
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência PRF)