PRF contrata PUC/RS com foco em um novo modelo de formação de docentes

Extrato de Inexigibilidade de Licitação para contratar a Universidade foi publicado no DOU da última sexta (27); 600 vagas em curso de pós-graduação serão ofertadas para PRFs de todo o país

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) traz em seu Mapa Estratégico 2020-2028 a visão de ser uma instituição referência em conhecimento em segurança pública. Teve sua Academia Nacional (ANPRF) transformada em Universidade Corporativa em Rede (UniPRF); e agora contrata a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS) com foco em um novo modelo de formação de docentes.

O Extrato de Inexigibilidade de Licitação para contratar a Universidade foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) da última sexta (27). No documento, estão previstas 600 vagas para atuais instrutores da PRF e candidatos a docentes no curso de pós-graduação, lato sensu, 100% online, na área de pedagogia.

O curso é “A educação transformadora: transformação, pedagogia, fundamentos e práticas” e faz parte de um momento de transformação, de um novo modelo, no processo de formação de docentes para a PRF. O antigo Curso de Formação de Instrutores (CFI) dará espaço ao Curso de Formação de Docentes (CFD), que traz como diferencial a conclusão obrigatória da pós-graduação oferecida pela PUC/RS.

No novo modelo, o processo de formação é continuado. O candidato a docente, selecionado após atendimento ao edital, além de inscrito na pós-graduação, passará por fases de instrução presencial e de práticas em sala de aula, sendo avaliado por um período de aproximadamente um ano.

Para o Coordenador da Escola Superior da UniPRF, Nivaldo Minervi, a instituição tem dado passos importantes nessa que ele julga ser a era do conhecimento. “A PRF vem se mostrando aberta às mudanças do mundo, inovando, apostando na governança do conhecimento. Com isso, nós buscamos formar nosso próprio quadro de docentes, com doutores e mestres, alcançando nossa visão institucional”, comentou Minervi.

Um grupo de estudo deve ser mobilizado nesse início de ano para os últimos ajustes do novo curso de formação de docentes. A expectativa é que no início de fevereiro o edital seja lançado e o curso tenha início em março. Serão 600 vagas e a prioridade inicial será dada para formação de novos docentes que já participarão do CAP 2020. Também haverá oportunidade para quem já faz parte do quadro de docentes, mas ainda não possui pós-graduação ou que esteja disposto a aprofundar os conhecimentos para melhoria da atuação na educação corporativa.

Para o Diretor-Executivo, José Hott, esse é um marco importante para o reposicionamento da atividade de ensino na PRF. “Com a formação de docentes em 2020 e a atualização do antigo quadro de instrutores daremos um importante passo para consolidação da UniPRF como verdadeira universidade corporativa. Avançaremos na qualificação do corpo docente, com observância ao pressuposto: democratização do acesso, formação continuada e produção do conhecimento em ambientes de pesquisas. Para que esse avanço seja possível, precisaremos do compromisso de toda a PRF”, disse.

A dica é: fique atento ao lançamento do edital e prepare o seu currículo!