PRF detém médico por porte ilegal de arma tentando se passar por atirador esportivo no Ceará

Homem possuía diversos antecedentes, inclusive por exercício ilegal de profissão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deteve, um médico que tentou se passar por atirador esportivo após ter sido encontrado com uma arma para o qual não tinha porte autorizado.

Na BR 222 (km 13), em Caucaia, por volta das 14h30 de 11.02.2020, agentes da PRF abordaram um veículo marca JEEP, de cor branca, que era conduzido por um homem de 38 anos, médico, que já possuía antecedentes criminais por estelionato, exercício ilegal de profissão, falsa identidade e falsidade ideológica.

Após fiscalização e busca detalhada, foi encontrada no veículo, em condição de pronto emprego, uma pistola, calibre .380, carregada, mais 02 carregadores extras, com um total de 45 munições intactas do mesmo calibre.

Questionando sobre a arma, o homem relatou não ter porte, porém tentou se identificar como atirador esportivo indo treinar, mas logo foi verificado ser falsa a informação, visto não ter qualquer registro, ou documento de esportista.

Diante dos fatos, a arma, carregadores e munição foram apreendidas, e o homem detido por porte ilegal de arma (art. 14 do estatuto do desarmamento).

Ocorrência encaminhada a Delegacia Metropolitana de Caucaia, onde foram realizados os procedimentos cabíveis para o caso.