PRF em Alagoas prende trio de mulheres por associação criminosa na BR 423

Elas portavam dinheiro em espécie, documentos falsos e inúmeros cartões de terceiros.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Alagoas prendeu, na noite de ontem (08), três mulheres por associação criminosa, uso de documentos falsos e estelionato. A ação se deu na BR 423, em Águas Belas/PE. O trio portava dinheiro, cartões de terceiros, documentos falsos e acabou confessando que aplicava golpes.

Passava das 22 horas, quando policiais rodoviários federais faziam patrulhamento pela BR 423 no Sertão de Alagoas e estenderam a fiscalização até o km 155 da rodovia, trecho de Águas Belas/PE. Eles decidiram abordar um Fiat/Siena, de cor branca, que tinha como ocupantes três mulheres. Os policiais observaram que as mulheres se mostraram nervosas com a abordagem e entraram em contradições em muitas perguntas feitas pelos agentes. Desconfiados, eles decidiram fazer uma busca pelo veículo e bolsas das sujeitas.

Assim, os PRFs encontraram cerca de R$15mil em espécie, sete cartões de benefícios, dois cartões do INSS e seis cartões bancários – todos eles em nome de terceiros, além de um documento com indícios de falsificação e extratos bancários diversos na bolsa da motorista. Nas bolsas das duas passageiras, os agentes encontraram o acumulado de quase R$7mil em espécie, além de nove cartões de benefícios, cartões do bolsa família, cartões e extratos bancários em nome de terceiros e três documentos de identidade e uma certidão de nascimento com indícios de falsificação.

Diante de todo o material encontrado, as suspeitas (mãe e filhas) acabaram confessando que faziam parte de uma associação criminosa. A motorista encabeçava o esquema, confeccionando documentos falsos e contratando pessoas para adquirirem benefícios em nome das vítimas. O trio de mulheres, naturais de Pernambuco e com idade entre 30 e 50 anos, foi preso por associação criminosa, estelionato, uso de documentos falsos e falsificação, sendo encaminhado junto com material apreendido para a Polícia Civil.