PRF faz escolta de elefante resgatada vítima de maus-tratos até a Chapada dos Guimarães/MT

O acompanhamento será feito até o Santuário de Elefantes do Brasil (SEB), localizado na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso.

A Polícia Rodoviária Federal, nessa quarta-feira (16), iniciou a escolta de uma elefanta vinda do Chile para o Aeroporto de Viracopos, em Campinas/SP. Esse é o primeiro caso de resgate internacional de elefante de cativeiro sob denúncia de maus-tratos que o Brasil recebe.

A equipe da PRF vai prover a segurança durante o deslocamento do comboio por todo o percurso, já que o animal é o primeiro do tipo a ser recebido no terminal de cargas e exigiu reforço na segurança. A elefanta Ramba, que pesa cerca de 3,6 toneladas, desembarcou no aeroporto no início dessa manhã e para isso foi preparada uma megaoperação especial com guindaste, empilhadeira e uma equipe de 30 pessoas para atuar na recepção da elefanta. Além da Polícia Rodoviária Federal, que ficou sob a responsabilidade do trajeto, os trâmites para trazer Ramba ficaram por conta da Receita Federal, Ministério da Agricultura e do Ibama, que também participaram na recepção para dar apoio na chegada do animal.

No percurso, a elefanta vai ter frutas, água, feno e legumes, além de suplementos para sua alimentação. O animal viveu quase três décadas trabalhando em circos e com 53 anos chega ao Brasil para descansar com outros animais de sua espécie no Santuário.

Assessoria de Comunicação Social PRF

Imprensa.SP

Setor de Comunicação Social da PRF em São Paulo.