PRF flagra cinco crimes nas rodovias federais de Caxias do Sul nas últimas 24h

Duas armas de fogo e maconha foram apreendidas

Nas últimas 24 horas, a Polícia Rodoviária Federal registrou em Caxias do Sul cinco crimes durante ações de fiscalização que se iniciaram pela manhã de quinta-feira (30) e se estenderão até a madrugada desta sexta-feira (31).

 

Durante o dia, duas pessoas foram presas por embriaguez ao volante. A primeira prisão ocorreu por volta das 11h35, em uma abordagem a uma Ranger, na BR 116 (bairro Galópolis), quando o motorista tentou dissimular os policiais parando no acostamento em ponto anterior à barreira policial. Abordado, o condutor efetuou o teste do etilômetro (vulgo bafômetro) com resultado 0,35 miligramas de álcool por litro de ar nos pulmões, sendo preso em flagrante pelo crime de trânsito.

Por volta das 14h40, no mesmo local, os policiais abordaram um Kadett e verificaram nos sistemas que o motorista não era habilitado. Na sequência, os agentes comprovaram o estado de embriaguez do condutor, com resultado de 0,55 mg/L no teste de etilômetro, sendo também preso por embriaguez ao volante.

_Armas e drogas_

No início da noite, uma equipe abordou um Clio em frente à Unidade Operacional da PRF em Caxias do Sul. Os policiais sentiram um forte odor característico de maconha no seu interior. Em revista ao motorista e ao veículo, foram encontrados cerca de 20 gramas de maconha, além de alguns acessórios para consumo. O homem foi preso pela posse da maconha e conduzido à polícia judiciária da cidade.

Já na madrugada de hoje ocorreram as duas prisões por porte ilegal de arma de fogo. A primeira ocorreu por volta das 2h da manhã quando, na tentativa de evitar a fiscalização, o motorista de uma Ranger tentou fugir de uma barreira policial na BR 116, bairro São Leopoldo. Interceptado, foi localizado no veículo uma pistola calibre .380 com 15 munições. O condutor também se negou a fazer o teste de etilômetro, o que ensejou a multa pela recusa do teste, além da prisão pelo porte ilegal de arma de fogo.

A última prisão ocorreu meia hora depois, às 02h30, quando um Cruze foi abordado pelos policiais no mesmo local do flagrante anterior. No veículo os policiais encontraram uma pistola calibre .380 com 19 munições. O motorista, que acusou a propriedade da arma, foi preso pelo porte ilegal. Sua mãe e duas filhas que se encontravam presentes no veículo foram liberadas.