PRF lança plano que visa a fortalecer a cultura de integridade no órgão

Assinado na última sexta (24), o Plano de Integridade é um instrumento de governança pública e representa um importante passo para a atuação conjunta das áreas da instituição

 

Integridade é um substantivo feminino com origem no latim integritate que significa a qualidade ou estado do que é íntegro ou completo. Juntamente com a transparência, o profissionalismo, o respeito e a excelência, a integridade figura entre os valores balizadores da atuação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), cujas estratégias foram revistas e compiladas no Planejamento Estratégico 2020-2028, assinado pelo Diretor-Geral, Eduardo Aggio, na última sexta (24) durante solenidade comemorativa dos 92 anos da instituição.

Durante seu discurso, Eduardo Aggio ressaltou tais valores institucionais, elencando-os entre os principais compromissos futuros da gestão. A fim de efetivar esse compromisso, a PRF elaborou seu Plano de Integridade, instituído por meio da Portaria nº 212, de 23 de julho de 2020. O plano compõe o Programa de Integridade do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e visa a difundir, fortalecer e proteger os valores da instituição.

Ao comprometer-se institucionalmente com os valores inerentes à Integridade, a PRF, já desde sempre alinhada à ética pública, consagra-se em uma posição vanguardista no combate à corrupção e à fraude, ações desalinhadas à missão organizacional. “Um Programa de Integridade representa um importante passo para a atuação conjunta das áreas de controle interno, correição e disciplina, ouvidoria, transparência, ética, estratégia e gestão de pessoas, e visa a redução das vulnerabilidades que importem em riscos à Integridade do Órgão”, explica o Diretor-Geral em uma das páginas da publicação.

Entre as ações do plano estão as de Corregedoria Preventiva; o fortalecimento da área de Controle Interno, o amadurecimento da Política de Governança, da Comissão de Ética e do Serviço de Informação ao Cidadão (SIC), e a continuidade na formação da equipe de Agentes de Integridade, com representantes de todas as diretorias e superintendências da PRF.

“A Integridade deve ser efetivamente incorporada ao cotidiano do órgão para que a mudança seja tanto mais profunda quanto mais abrangente. A irreversibilidade do discurso da Integridade é uma prática obrigatória, reforçando a necessidade de sua consolidação como ativo institucional essencial e indispensável”, destacou Eduardo Aggio.

Confira na íntegra o Plano de Integridade da PRF clicando AQUI.