PRF-MG divulga balanço da Operação Proclamação da República

Chuva esteve presente na maior parte do feriado prolongado

Apesar de todos os alertas feitos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre os riscos de um feriado com chuva, um alto índice de letalidade foi registrado nas estradas mineiras durante a Operação Proclamação de República 2019.

Nos acidentes mais graves, as chuvas e as falhas humanas foram fatores determinantes que esse feriado se transformasse no feriado prolongado mais violento de 2019. Houve colisões frontais, capotamentos, atropelamentos, colisões com objeto fixo e saída de leito carroçável.

Ao todo, as estradas federais sob circunscrição da PRF em Minas Gerais registraram 147 acidentes em que 200 pessoas ficaram feridas. O feriado terminou com 22 mortos nas estradas. Em 2018, mesmo com um dia a mais, a Operação Proclamação da República registrou 123 acidentes com 199 feridos e nove mortos.

Além disso, o último feriado prolongado do ano foi também o mais letal de 2019, registrando inclusive, mais mortos do que o Carnaval, que tradicionalmente é o feriado mais perigoso. No Carnaval deste ano, nove pessoas morreram, menos da metade do número registrado durante a Operação Proclamação da República.

Clique aqui para acessar o balanço completo da Operação Proclamação da República 2019