PRF participa do lançamento das placas com padrão do Mercosul

O evento de lançamento das placas com padrão do Mercosul foi realizado no Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ), na manhã de terça-feira (11). A população fluminense passa a ter acesso ao novo modelo, estabelecido por resoluções do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). As novas placas devem proporcionar mais segurança aos proprietários de veículos, evitando as clonagens.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e o presidente do Detran-RJ, Leonardo Jacob, presidiram a cerimônia. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) participou do evento, representada pelo superintendente no Rio de Janeiro, Rafael Pinto Alvim. Também estiveram presentes representantes do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), entre outras autoridades.

“É um grande avanço em termos de segurança pública, principalmente no combate à clonagem, ao roubo e furto de veículos. A PRF tem feito um excelente trabalho nas rodovias federais do Rio de Janeiro, com essa novidade conseguirá identificar com mais facilidade as possíveis adulterações e apreender mais veículos roubados, assim como as polícias estaduais. Isso aqui é também uma política de segurança pública“, afirmou o governador.

O ministro das Cidades explicou que o Rio de Janeiro é o primeiro estado a adotar as novas placas, porém todos os outros devem implementar a novidade até dezembro, conforme prevê o Denatran. “O Rio é o pioneiro na utilização das placas, mas todas as demais unidades da federação também iniciarão a produção do novo modelo em breve. Como o estado passa por um momento diferenciado, a iniciativa trará benefícios para a segurança pública do Rio de Janeiro. O ministério das Cidades é parceiro do estado nessa ação”, disse Alexandre Baldy.

O superintendente da PRF no Rio de Janeiro parabenizou a iniciativa e também explicou os benefícios que o novo modelo de placas trará para a fiscalização policial. “Quanto mais elementos de identificação um veículo possuir, menores serão as chances dos criminosos conseguirem realizar as adulterações com sucesso. Para o trabalho policial, não há dúvidas que será muito bom, assim como para os proprietários de veículos que têm seus bens subtraídos”, ressaltou Rafael Alvim.

“Um novo conceito que dará uma enorme contribuição para a segurança pública. Com vários itens anticlonagem e de segurança. E terá o mesmo preço da antiga”, destacou o presidente do Detran-RJ. As novas placas serão obrigatórias apenas para veículos novos e transferidos de propriedade. O modelo Mercosul terá código único e conterá todos os dados de confecção da placa, como número de série e identificação de seu fornecedor, além da data de fabricação. Inclui também o modelo do veículo, permitindo a rastreabilidade dela.