PRF prende motorista que utilizava documento falso

Prisão ocorreu no momento em que o motorista apresentou o documento; caminhão não era licenciado desde 2017

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um motorista por uso de documento falso. O documento do veículo fora comprado e adulterado porque o caminhão estava impossibilitado de ser licenciado por questões administrativas. Então ele apresentava o documento falso para ludibriar a fiscalização.

Nesta terça-feira (14), por volta das 11h40, agentes da PRF abordaram um caminhão carregado com sardinhas na BR-116, em Campina Grande do Sul. Ao serem solicitados os documentos ao motorista, ele apresentou um CRLV (que é o documento obrigatório de licenciamento) que, quando foi consultado pelos policiais, verificaram que fazia parte de 341 documentos roubados do Detran em Paracambi (RJ), em agosto de 2018.

Ainda, em pesquisas, a equipe verificou que o caminhão possuía diversas restrições administrativas, razão pela qual, segundo o motorista, o documento falsificado era utilizado para evitar fiscalizações de trânsito.

Diante dos fatos, o motorista foi preso em flagrante e, juntamente com o caminhão, foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Campina Grande do Sul para o registro do crime de uso de documento falso, que tem uma pena máxima de seis anos de prisão.

Texto: Maciel Jr / Agência PRF – Colaborou a BDCom 7/1
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência PRF)