PRF realiza balanço do mês de julho.

Falta de atenção à condução, desobediência às normas de circulação e conduta e ingestão de álcool estão entre as maiores causas de acidentes nas rodovias federais que cortam o estado do Pará.

Durante o mês de Julho de 2020, a Polícia Rodoviária Federal aumentou o número de agentes e o número de viaturas que circulam pelas rodovias federais do Estado do Pará em locais estratégicos, como , por exemplo, próximo a praias, igarapés e demais rotas turísticas normalmente frequentadas pelas famílias paraenses nesse período de férias. Essas ações ocorreram com o objetivo de coibir condutas que normalmente geram acidentes que resultam em mortes todos os anos nesse mês. Entretanto, devido a situação atípica em que o mundo se encontra, por ocasião da Pandemia gerada pelo Corona vírus, que reduziu drasticamente  o número de veículos circulando nas ruas, alguns condutores criaram uma falsa sensação de segurança e impunidade durante a condução veicular o que acarretou um aumento significativo de infrações com grande potencial de gerar vítimas com lesões graves ou até mesmo vítimas mortas. Dentre outras atitudes podemos destacar muitos condutores flagrados dirigindo sob influência de álcool, conduzindo motocicletas sem capacete, não utilizando cinto de segurança, crianças sendo transportadas sem cadeirinha e ultrapassagens realizadas em locais proibidos ou inseguros. Vale ressaltar que todas essas condutas são atitudes humanas que se fossem evitadas salvariam dezenas de vidas diariamente em todo território nacional.

Por fim, é importante lembrar que a Polícia Rodoviária Federal atuou e continuará atuando com o objetivo de salvaguardar vidas humanas na malha viária nacional. Porém, é necessário que cada cidadão faça a sua parte. Tomando atitude positivas em relação ao trânsito. Dirigindo de forma defensiva, utilizando cinto de segurança, utilizando o dispositivo de retenção apropriado para o transporte de seus filhos e evitando de forma contundente a mistura álcool e direção, dentre outras atitudes que sabidamente elevam o nível de segurança viária para que dessa forma possamos proteger a nossa vida e a dos demais usuários das rodovias. A PRF, atuando como a polícia de pronta resposta federal, encontra-se a disposição do cidadão paraense 24 horas por dia, todos os dias da semana, através de seu telefone de contato, 191.

TIPO DE ACIDENTES :

Métrica Qtde Acidentes BAT Qtde Acidentes BAT
Tipo do Acidente 2019 2020
Colisão transversal 56 92
Colisão lateral 56 76
Colisão traseira 44 48
Saída de leito carroçável 60 48
Colisão frontal 24 40
Tombamento 12 32
Atropelamento de Pedestre 12 24
Colisão com objeto estático 16 16
Atropelamento de Animal 12 8
292 384

 

PRINCIPAIS CAUSAS:

Métrica Qtde Acidentes BAT Qtde Acidentes BAT
Causa Principal 2019 2020
Falta de Atenção à Condução 108 160
Desobediência às normas de trânsito pelo condutor 44 100
Ingestão de Álcool 20 32
Não guardar distância de segurança 12 28
Velocidade Incompatível 4 16
Ultrapassagem Indevida 4 12
Animais na Pista 12 8

 

PRINCIPAIS INFRAÇÕES:

Ano da Infração 2019 2020
Descrição Infração Qtd Infrações Qtd Infrações
Ultrapassar pela contramão linha de divisão de fluxos opostos, contínua amarela 1.018 645
Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor sem capacete de segurança 175 495
Transitar com o veículo em acostamentos 65 395
Dirigir veículo sem possuir CNH/PPD/ACC 218 277
Em movimento de dia, deixar de manter acesa luz baixa nas rodovias. 266 276
Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor transportando passageiro s/ capacete 131 211
1.873 2.299