PRF realiza diversas prisões neste fim de semana em Alagoas

Entre a sexta-feira e o domingo, seis pessoas foram detidas por embriaguez ao volante, adulteração de veículo, porte ilegal de arma e mandado de prisão em aberto

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu seis pessoas entre a última sexta-feira (17) e domingo (19) nas rodovias federais que cortam Alagoas. Entre os motivos das ocorrências estão: mandado de prisão em aberto, porte ilegal de arma de fogo, receptação de veículo automotor e embriaguez ao volante.

Sexta-feira (17)

Na última sexta-feira (17), durante as fiscalizações de rotina feitas pelos policiais rodoviários federais, três pessoas foram detidas pelos agentes federais. Um deles era procurado pela justiça pelo crime de homicídio, outro era um caminhoneiro que foi preso por atividade poluidora ou degradadora do meio ambiente e o último, além de inabilitado, conduzia veículo automotor embriagado e transportava três crianças no veículo.

Eram quase 20 horas, quando policiais rodoviários federais faziam patrulhamento ostensivo pela BR 101, em Teotônio Vilela, e decidiram abordar um VW/GOL que transitava pela rodovia. Ao fazer a consulta a identidade do condutor, os policiais constataram que se tratava de um foragido da justiça. O homem era procurado desde 2018, pelo Tribunal de Justiça de Alagoas, pelo crime de homicídio. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de São Miguel dos Campos.

Já por volta das 23h30, outra equipe de policiais realizava ronda pela BR 101, em São Miguel dos Campos, quando avistou um motorista em um Fiat/ Uno, de cor cinza, realizando manobras arriscadas na pista. Ao abordar o veículo, os policiais descobriram que o homem não tinha habilitação para conduzir veículo automotor e estava acompanhado de três crianças. O indivíduo tinha sinais de embriaguez que foram confirmadas pelo teste de etilômetro. O homem foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de São Miguel dos Campos.

Sábado (18)

No sábado (18) mais duas pessoas foram presas nas BRs que cortam Alagoas. Logo na madrugada do dia, uma mulher foi detida por dirigir embriagada e colocando em risco a vida de usuários da via e já no final do dia um homem foi detido por porte ilegal de arma.

Era madrugada do sábado, por volta das 3 horas da manhã, quando os policiais rodoviários federais faziam ronda pela BR 316, trecho de Satuba/AL, e avistaram um VW/Amarok, sendo conduzido por uma mulher, que transitava na contramão da via. Eles tentaram parar o veículo, mas a motorista desobedecia ao comando e seguia pela via realizando manobras arriscadas, aumentando o risco de acidente. Após alguns quilômetros, os agentes conseguiram interceptar o carro e observaram que a mulher além de exaltada, tinha sinais de embriaguez. Ela afirmou que havia bebido um litro de vinho pouco antes de dirigir, mas se negou a realizar o teste de bafômetro. Apesar da recusa, ela foi presa por embriaguez ao volante e encaminhada a Central de Flagrantes em Maceió.

Já a noite, por volta das 21horas, durante fiscalizações na BR 101, em São Sebastião, os policiais abordaram uma motocicleta Yamaha/XTZ de cor vermelha. Ao fazer a revista pessoal no condutor do veículo, os policiais encontraram em sua linha de cintura uma pistola PT/TH40, carregada com 16 munições e no bolso de sua calça mais 13 munições intactas da arma. O homem tinha o registro da arma, mas não possuía autorização para andar armado e por este motivo foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da região. A sua motocicleta ficou retida na UOP da PRF, pois ele não possuía habilitação para conduzi-la.

Domingo (19)

Já no início do domingo (19) a PRF recuperou uma motocicleta adulterada e prendeu seu condutor por embriaguez ao volante e seu passageiro por receptação. Era quase 1 hora da manhã, quando os agentes faziam trabalho de combate à criminalidade e na altura do km 92, da BR 104, observaram que o condutor e passageiro de uma motocicleta Honda/ CG 150 de cor branca, ao avistarem a viatura policial, empreenderam em fuga. Os policiais fizeram o acompanhamento tático ao “duas rodas”, conseguindo pará-lo alguns quilômetros depois.

O condutor tinha sinais de embriaguez e não possuía habilitação. Já o passageiro afirmou ser o dono do veículo. Durante fiscalização, os policiais constataram que o chassi e número do motor da motocicleta estavam adulterados. O homem, afirmou ter comprado a moto por R$2.500,00 no OLX.

Ambos foram encaminhados com o veículo recuperado à Central de Flagrantes em Maceió.