Quatro homens são presos na Régis Bittencourt por tráfico de drogas

Eles levavam skunk – droga mais forte que a maconha

A Polícia Rodoviária Federal prendeu quatro homens por tráfico de drogas na manhã desta quinta-feira (13) na rodovia Régis Bittencourt (BR-116). Eles estavam em dois carros e levavam 12 quilos de skunk, uma droga também derivada da Cannabis, como a maconha, porém mais forte e mais cara que ela.

O crime foi descoberto quando uma equipe da PRF fiscalizava em Barra do Turvo, no Vale do Ribeira, por volta das 10h30, e deram ordem de parada ao motorista de um Chevrolet Classic. Os policiais perceberam o nervosismo dele e de outro homem, que ia como passageiro, e resolveram fazer uma fiscalização no interior do veículo. A droga foi descoberta em compartimentos no interior das portas, banco traseiro e porta-malas.

Outros dois homens participavam do transporte da droga e foram presos num segundo carro, um Honda Civic, fazendo a observação avançada ao primeiro. Eles foram descobertos após desconfiança da equipe da PRF e confirmação pelos primeiros detidos. Os homens voltaram para averiguar a demora e, na tentativa de abordagem, iniciaram fuga pela rodovia. Eles foram alcançados e dominados, ainda com alguma resistência.

A droga foi obtida em Foz do Iguaçu (PR), região de fronteira do Brasil com Paraguai e Argentina, e seria levada à capital paulista. A carga de 12 quilos do skunk está avaliada em R$ 36.000,00.

Os quatro homens foram presos e levados à delegacia de Polícia Civil em Barra do Turvo, onde foram registrados os crimes de tráfico interestadual de drogas e formação de quadrilha. As penas somadas podem chegar a 33 anos de prisão.

 

Policiais encontraram a droga atrás dos bancos e outros compartimentos do carro