Sexta e Sábado intensos: PRF registra 6 ocorrências criminais em Rondônia

Em Ji-Paraná, PRF prende homem por furto e um menor infrator foi preso transportando maconha. Em Pimenta Bueno, PRF derrubou um semirreboque adulterado. Em Ariquemes foram registrados crimes ambientais e porte de drogas para consumo.

Em Ji-Paraná/RO, PRF prende homem com 19 itens furtados do comércio: vestuário, caixa de som e perfume foram recuperados

Apesar da pandemia do novo Coronavírus, o dia dos namorados é uma data que movimenta muito o comércio. Um homem, aproveitando a oportunidade, furtou algumas lojas na cidade de Ouro Preto do Oeste, mas foi preso pela PRF em Ji-Paraná.

Na tarde de sexta-feira (12), policiais fiscalizavam um ônibus quando observaram um homem bastante nervoso. Junto ao viajante eram transportadas sacolas com 17 peças de vestuário, uma caixa de som compacta e um perfume. Como não soube dar informações sobre o material, foram realizadas pesquisas nos sistemas policiais, que acusaram furto dos produtos, ocorrido há poucas horas, na cidade vizinha.

O infrator foi preso e os produtos encaminhados à Polícia Civil para devolução aos comerciantes.

 

Tráfico de drogas

Em Ji-Paraná, no período noturno, a PRF deteve, um menor de idade, que viajava em um táxi, transportando maconha.

Agentes federais realizavam o trabalho de fiscalização na BR 364, km 352, quando abordaram um táxi, tendo como passageiro um menor de idade, que se mostrou bastante nervoso; durante revista, encontraram na mochila que o rapaz trazia junto ao corpo, cerca de 1 quilo de maconha, separada em dois pacotes, embalados em filme plástico.

O menor foi conduzido à delegacia de polícia civil, em Ji-Paraná.

Apoio de imagens dos policiais de Ji-Paraná

Em Pimenta Bueno, um semirreboque foi apreendido após constatação de que o número do chassi fora manipulado

Em fiscalização no posto da PRF (UOP Pimenta Bueno), policiais em atividade de trânsito desconfiaram de um caminhão. Apesar de toda documentação apresentada estar correta, características do veículo acusaram a existência de atividade criminosa.

Em inspeção pormenorizada, os agentes descobriram que o semirreboque, parte do caminhão que transporta a carga, nos documentos registrava que era da marca GUERRA, na verdade era um modelo da marca NOMA.

Esse tipo de ocorrência depende da especialização e empenho dos policiais, em estudar diferentes veículos e compreender características chaves para identificar veículos clonados, que em sua maioria, são provenientes de roubo ou furto.

O motorista foi encaminhado à delegacia de polícia cívil para registro da ocorrência policial.

Crime Ambiental e porte de drogas para consumo (rebite)

Em Ariquemes/RO, três ocorrências marcaram o sábado: um motorista de caminhão foi flagrado portando anfetamina (rebite) e dois caminhões, transportando produto florestal sem documentação foram apreendidos.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 9 comprimidos de rebite (anfetamina), na tarde de sábado (13), no km 550 em Ariquemes/RO.

PRFs deram ordem de parada ao caminhão Vw/24.250, de cor amarela. Durante a abordagem, o condutor, de 35 anos, apresentou bastante nervosismo, motivando os policiais a procederam a uma busca minuciosa na cabine, onde foram encontrados os comprimidos de rebite.

O veículo e o motorista foram encaminhados para a Unidade Operacional da PRF em Ariquemes para os procedimentos cabíveis.

 

Á noite, uma guarnição policial, em ronda na BR 364, apreendeu dois caminhões transportando madeira, sem as documentações exigidas por lei.

Na primeira ocorrência, após realizarem os procedimentos de medição previstos pelo IBAMA, os PRFs constaratam haver na carga mais madeira do que o declarado, configurando crime ambiental. No total, 51,42 metros cúbicos de madeira, em formato de toras, foram apreendidos.

Na segunda atividade, os policiais flagraram um caminhão que tentou fugir da fiscalização. O motorista afirmou que seu frete era uma carga de madeira, sem nota fiscal ou documentação ambiental e tentou evitar a fiscalização pois sabia estar errado. Foram apreendidos pouco mais de 16 metros cúbicos de madeira que seria utilizado para lenha.

Apoio de imagens dos policiais de Ariquemes