Seminário sobre tráfico humano e trabalho escravo começa amanhã (30) em Curitiba

Inscrições podem ser feitas durante o evento, que acontece no auditório da PRF, no bairro Prado Velho; confira a programação

 

O 3º Seminário de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e ao Trabalho Escravo, promovido pela Secretaria Estadual de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), começa amanhã (30) no auditório da PRF em Curitiba.

As inscrições podem ser feitas presencialmente, durante o evento, que termina na quarta-feira (31). A sede da PRF está localizada na Linha Verde, ao lado do viaduto da Avenida das Torres, no bairro Prado Velho.

Trata-se da principal atividade da campanha Coração Azul no Paraná, em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Tráfico de Pessoas, lembrado anualmente em 30 de julho.

A abertura da atividade está marcada para as 9 horas. Entre os palestrantes estão Maurício Carlos Rebouças, pesquisador do Centro Internacional para o Desenvolvimento de Políticas Migratórias; Olympio Sotto Maior, procurador do Ministério Público do Paraná;  Felipe Hayashi, chefe do Departamento de Justiça da Sejuf; Luíze Surkamp, auditora fiscal do trabalho; e Leonardo Vieira Wandelli, juiz do trabalho.

A programação (íntegra abaixo) também prevê uma mesa-redonda com mediação do jornalista Rogério Galindo, editor-chefe do site Plural.

Haverá ainda o depoimento de uma mulher curitibana que recentemente foi vítima de tráfico internacional com fins de exploração sexual, cujo caso é investigado pela Interpol. Mesmo anonimamente, ela estará à disposição para responder às perguntas do público presente ao seminário.

 

Programação:

30 de julho de 2019

08:15 – 09:00 Recepção com café da manhã e registro de presença
09:00 – 10:30 Cerimônia de abertura
10:30 – 12:00 Palestra “O tráfico de pessoas no Brasil e no mundo” – Maurício Carlos Rebouças, pesquisador do Centro Internacional para o Desenvolvimento de Políticas Migratórias – ICMPD
12:00 – 13:15 Intervalo para almoço
13:30 – 14:30 Depoimentos e experiências de vítimas de tráfico para exploração sexual
14:30 – 15:00 Palestra “O tráfico de pessoas para fins de exploração sexual” – Dr. Olympio de Sá Sotto Maior Neto, Procurador de Justiça, Coordenador do Centro de Apoio às Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos do Ministério Público do Estado do Paraná – CAOPJDH/MPPR
15:00 – 15:30 Intervalo
15:30 – 17:00 Mesa de debates – “O tráfico de pessoas e a exploração sexual”. Participantes: PRF Fabrício Rosa, Presidente da Comissão Regional de Direitos Humanos da PRF-GO; Silvia Cristina Xavier, Coordenadora do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas da SEJUF/PR; Olympio Sotto Maior, Procurador de Justiça, Coordenador do CAOPJDH/MPPR. Mediador: Rogério Galindo, jornalista.

 

31 de julho de 2019

08:15 – 08:30 Registro de presença
08:30 – 08:50 Palestra “Instalação da COETRAE no Paraná: desafios e perspectivas” – Felipe Eduardo Hideo Hayashi, Chefe do Departamento de Justiça, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Estado do Paraná
08:50 – 09:10 Palestra “Ações de Erradicação do Trabalho Análogo ao de Escravo no Paraná” – Dra. Luíze Surkamp, Auditora Fiscal do Trabalho, Chefe da Seção de Inspeção do Trabalho no Paraná, da SRTE/PR – Ministério da Economia
09:10 – 09:30 Palestra “Política Nacional de Erradicação ao Trabalho Escravo e sua Correlação com o Tráfico de Pessoas” – Dr. Dante Cassiano Viana, Coordenador-Geral de Combate ao Trabalho Escravo, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos
09:30 – 10:00 Mesa de debates e perguntas aos palestrantes
10:00 – 10:30 Intervalo – Coffee break
10:30 – 10:50 Palestra “O papel da Polícia Rodoviária Federal no Enfrentamento ao Trabalho Escravo” – PRF Luciana Duarte, Instrutora de Direitos Humanos e Presidente da Subcomissão Nacional de Valorização da Mulher na PRF
10:50 – 11:10 Palestra “O trabalho escravo contemporâneo nas cadeias produtivas” – Dr. Luercy Lino Lopes, Procurador Regional do Trabalho do Ministério Público do Trabalho no Paraná
11:10 – 11:30 Palestra “Coibição do trabalho análogo ao escravo e promoção dos direitos humanos” – Dr. Leonardo Vieira Wandelli, Juiz titular da 5ª Vara do Trabalho de São José dos Pinhais – Tribunal Regional do Trabalho do Paraná
11:30 – 12:00 Mesa de debates e perguntas aos palestrantes