Você está com dúvidas sobre o SISNAR? Veja aqui como tirá-las

Teve início, no dia 01 de outubro, através do Edital nº 8/2019/CGGP, o processo seletivo de remanejamento de servidores via Sistema Nacional de Remoções (SISNAR), que está em sua oitava edição. No entanto, diversos policiais rodoviários federais demonstraram ter dúvidas quanto às regras desse processo; o que é algo natural. E, para tirar essas dúvidas, publicamos aqui uma sessão de Perguntas Frequentes. Além disso, seguem abaixo outros três canais para você tirar suas dúvidas, caso seja necessário.

 

Perguntas frequentes:

 

  • A etapa inicial de inscrição é obrigatória?

Resposta – Sim. Só permanecerá no certame para escolha das vagas a serem disponibilizadas conforme edital quem realizar a inscrição inicial.

 

  • Na inscrição inicial escolherei a minha opção definitiva?

Resposta – Não. O servidor deve escolher conforme sua intenção de remoção para que a equipe de gestão do SISNAR avalie com confiabilidade o impacto das remoções e verifique a possibilidade de real atendimento dos anseios dos policiais.

 

  • Após as divulgações das vagas, poderei mudar minha opção?

Resposta – Sim. Após a divulgação das vagas, os servidores poderão modificar as escolhas dentro do período previsto no cronograma.

 

  • Poderei escolher unidades que não tenham vagas?

Resposta – Sim. Porque, a saída de um policial de uma unidade que não tenha vaga disponível, gerará, automaticamente, uma vaga por conta da saída do mesmo. Assim, ela será ocupada por outro.

 

  • Por que apenas duas escolhas?

Resposta – Ao aumentar o número de opções, as variáveis aumentam exponencialmente, dificultando o atendimento direto às unidades de destino.

 

Ainda com dúvidas? Clique no link abaixo e tenha acesso aos outros canais.

Dúvidas SISNAR 2019