Você está aqui: Página Inicial / Processo Eletrônico / Processo eletrônico / Benefício para o cidadão e para a PRF

Benefício para o cidadão e para a PRF

Agilidade, eficiência e segurança


De modo geral, cada processo passa por várias unidades, responsáveis por análises, despachos e outras providências. Com isso, o tempo médio de tramitação de grande parte dos processos pode chegar a quase três anos. Experiências de outros órgão que implantaram o SEI revelam que este tempo pode ser reduzido de 40% a 80% como uso adequado da ferramenta.

Somente em 2014, mais de 280 mil processos e centenas de milhares de documentos  tramitaram no sistema de protocolo (SAP)  pelas unidades da PRF. Além da morosidade e dos altos custos com papel – anualmente são mais de 12 milhões de folhas utilizadas, há os gastos com  impressão, capeamento, transporte e armazenamento de processos. O sistema de processo eletrônico poderá reduzir esses gastos em até 70%

A dinâmica atual do papel causa uma série de fragilidades, a burocratização das consultas, o risco de extravio, dano físico e quebra de sigilo das informações. A tramitação em papel também compromete a transparência em relação aos documentos de interesse público e o controle social. Com o SEI, a problemática relacionada ao uso do papel será substituída pela agilidade, eficiência e acessibilidade do processo eletrônico.

 

O Peticionamento eletrônico


Após a implantação do SEI, em momento a ser definido oportunamente, será possível permitir ao cidadão o peticionamento eletrônico. Com isso, além de evitar a ida do peticionante a uma unidade da PRF para protocolar um requerimento (o cidadão poderá fazê-lo diretamente pela internet), o trabalho de recepção dos documentos de autuação/instrução processual nas unidades protocolizadoras será reduzido drasticamente.

Com o peticionamento feito diretamente pelo cidadão através da internet o tempo de conclusão dessas demandas poderá  ser reduzido ainda mais.

registrado em: